Ir direto para o conteúdo

Como detectar o câncer de mama fazendo um autoexame das mamas

Dra. Irene Vives. Ginecologista


Dra Irene Vives, ginecologista especializada em Patologia Benigna da Mama e Câncer de Mama do Hospital Vall d'Hebron de Barcelona, ​​​​nos aconselha sobre um bom autoexame, autocuidado e hidratação para a prevenção e detecção de doenças relacionadas às mamas .

Uma das preocupações mais difundidas entre as mulheres são as dúvidas que surgem sobre a patologia mamária e o cancro da mama, principalmente a partir dos 40 anos.

Sabemos que a prevalência deste tipo de cancro entre as mulheres é relativamente elevada, embora ao mesmo tempo a taxa de cura seja muito elevada, especialmente se fizermos uma boa prevenção e detecção precoce do mesmo. A partir dos 50 anos (em alguns casos antes) devemos fazer uma mamografia de controle, pelo menos a cada 2 anos , mas a partir dos 30 anos é aconselhável iniciar exames ginecológicos periodicamente.

De forma complementar, o autocuidado de toda mulher é fundamental. É importante que cada mulher conheça o seu corpo para detectar novas alterações ou anomalias. No caso das mamas, uma vez conhecida a sua forma, irregularidades ou coloração habitual, é aconselhável realizar o autoexame uma ou duas vezes por mês, de preferência 4 dias após a menstruação ou, se não tiver menstruação, na mesma semana. de cada mês.

Esta exploração deve ser metódica para que seja ideal, por isso deixamos a seguir algumas dicas e truques básicos para realizá-la. Se tiver alguma dúvida consulte sempre o seu ginecologista!

Ao explorar seus seios e axilas, você deve seguir 5 passos básicos:

Primeiro passo

Diante do espelho, com os ombros retos e os braços na cintura, você deve olhar para os seios e certificar-se de que seu tamanho, formato e cor estão normais. Se notar algum tipo de alteração na pele (rugas/caroços, vermelhidão, inflamação...), posição diferente do seu mamilo ou qualquer tipo de alteração na pele ou dói, vá ao seu ginecologista.

Segundo passo

Para ter certeza de que o que você está vendo são alterações, basta levantar os braços na mesma posição e verificar. Se essas alterações permanecerem como você viu no primeiro passo, vá ao seu ginecologista.

Terceiro passo

Também é um sinal de alerta se você observar algum tipo de líquido estranho saindo dos mamilos (um ou ambos). Se este for o seu caso, vá ao seu ginecologista

Quarto passo

Também é um bom exercício de autoexame deitado. Neste caso, apalpe os seios, fazendo uma massagem circular. A mão direita deve palpar a mama esquerda e vice-versa, assim você garante que a palpação fique mais firme. É muito importante que durante esta palpação você consiga tocar toda a mama de cima para baixo e da esquerda para a direita. Se você encontrar algum sinal estranho, vá ao seu ginecologista.

Quinto passo

Se você não tem tempo para fazer diariamente este exercício que acabei de falar na cama, você pode fazê-lo perfeitamente no chuveiro. O importante é que todos os dias você possa realizar um autoexame das mamas para que em menos de 2 minutos você saiba se deve ou não ir ao ginecologista com urgência.

Além do exame básico, o autocuidado diário pode nos ajudar a evitar o aparecimento de outros tipos de patologias mamárias como dermatites, fissuras ou erosões por contato dependendo dos tecidos, infecções de pele ou mastites. Estes últimos são favorecidos quando a pele está seca ou erodida porque facilita a entrada de bactérias. Por ser uma zona mais sensível e delicada, a sua hidratação diária é muito importante. Uma boa opção é o Creme Reafirmante Corporal Masderm RF , que possui ingredientes muito nutritivos e hidratantes, além de ser muito fácil de aplicar e de rápida absorção.

Carrinho

Seu carrinho está vazio.

comece a fazer compras

Selecione as opções